sábado, 17 de dezembro de 2011

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O que você não vê no MTTV: Tv Centro América não mostra a falta de responsabilidade com o erário público


Tragédia anunciada
Não é o primeiro caso em que o erário sai prejudicado pelas decisões da Secopa-MT. O contribuinte matogrossense já foi lesado em R$ 600 mil em virtude de um projeto fracassado da Secopa-MT de construir um teleférico na Chapada dos Guimarães.

A mesma secretaria está levando o Estado a se endividar em R$ 700 milhões para construir uma linha bilionária de trens de superfície que conta com a reprovação unânime de técnicos em transporte urbano.

O mesmo órgão gastou R$ 74 mil em um cronômetro para contar quanto tempo falta para a Copa, apenas para desativa-lo dois meses depois.

Neste caso das Land Rovers, o desfecho era previsível. A compra foi feita pela extinta Agecopa (uma autarquia criada pelo governo estadual para cuidar das obras da Copa, substituída pela atual Secopa). À época, o então diretor de infraestrutura do órgão, Carlos Brito, que já foi secretário de Segurança Pública do Estado, deu parecer contrário ao negócio. O documento foi ignorado pelo então presidente da Agecopa e atual secretário da Secopa, Éder Moraes.

Em outra operação desastrada da Secopa-MT, a ideia de construir um teleférico na Chapada dos Guimarães acabou em nada, a não ser um prejuízo de R$ 600 mil ao contribuinte de MT. "Não entendi o motivo da aquisição, nem a forma como ela foi feita. A Secretaria de Segurança não foi ouvida, nem o Ministério da Defesa (que deve aprovar a compra de equipamentos de defesa). Foi um negócio aventureiro", resume Brito.
.
Fonte: Uol
.
.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Desabafo logo após o impacto

A vida não é rosa, às vezes tá mais prá cinza profundo.
Me sinto uma idiota completa algumas vezes.
Cumprir regras, prazos, moldes, horários, convenções, exigências...prá quê?
Você rala um tempão, abre mão de coisas importantes,
procura ser decente, honesta o mais que pode e num záz!,
vem um Zé Ninguém e se dá bem.
Faz a todos de palhaço e parece que ninguém vê nada.
Será que tô ficando louca?
Vendo coisas onde não existem?
Ficou todo mundo cego, é isso?
Tô me sentindo roubada.
Um vazio estranho, uma batida descompassada no peito,
um estado de espírito esquisito, alheado, fora de sintonia.
Parece que meus pés não estão no chão.
Que eu não estou aqui.
Meu espírito saiu pra almoço e não se sabe se volta hoje.
Como é que algumas pessoas, se é que se pode considerar que sejam gente, conseguem dissimular tanto cinismo... meu Deus!
Fraudar despudoradamente e acharem que tudo está bem...
Não sou a mais honesta das criaturas, mas peraí... há limites. (Ou não?)
Será que é assim?
Será que eu é que tô errada?
Será que eu é que tomei as decisões erradas, sempre?
Onde me levaram meus 'princípios'?
Valeu a pena ter vergonha na cara?
Hoje, (só por hoje, deixa eu reclamar que dessa vez tô mesmo precisando) chego à conclusão que não.
Só por hoje acredito que o mundo é dos espertos.
Que eles são maioria e que já dominaram o mundo.
Idiotas como eu, merecem ser passados para trás.
Vou pensar mil vezes de hoje em diante, antes de estender a mão a quem quer que seja.
Parar de dar espetáculo de palhaça de graça no circo dos outros.
.
.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

só sivê na grobu...

Estava no site da Globo.com.
A forma pode até estar correta, mas deixa o sentido truncado.
A manchete deveria ter sido reescrita.

.

.
.
.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011